: : FALE CONOSCO : : Dúvidas Frequentes : : WEBMAIL
Secretaria > Educação Infantil > Orientações Curriculares
Mapa do Site
Página Inicial
Agenda do Secretário
Login
Quem Somos
Ensino Fundamental e Médio
Educação Infantil
CEUs
Orientações Curriculares
Biblioteca Pedagógica
Cadastro de Demanda
Memória Técnica Documental
Memorial do Ensino Municipal
Servidores da SME
Glossário de Siglas
SP2040
Indique
Responsabilidade Socioambiental

 Orientações Curriculares

Orientações curriculares definem expectativas de aprendizagem para cada ano nas escolas da rede municipal

As escolas da Rede Municipal de Ensino de São Paulo trabalham, desde 2008, com as orientações curriculares, que são as expectativas do que os alunos precisam aprender a cada ano da educação infantil e do ensino fundamental. É a primeira vez que a cidade de São Paulo tem um currículo com conteúdos a serem ensinados em todas as escolas municipais.

As orientações curriculares foram elaboradas durante o ano de 2007 com base nas experiências dos professores da rede. O documento aborda todas as áreas do conhecimento, da educação infantil ao último ano do ensino fundamental, incluindo a Educação de Jovens e Adultos (EJA). São contemplados tanto conteúdos conceituais como os procedimentos necessários aos alunos para progredir em seu aprendizado.

A implementação das orientações curriculares ocorreu a partir das seguintes estratégias: ações de formação continuada; produção de vídeos de apoio para formação, elaborados em parceria com a TV Cultura; e distribuição dos documentos a todos os professores e profissionais da educação.

Paralelamente, são organizados seminários para discutir especificamente o plano de ensino dos professores, considerando os resultados dos alunos na Prova São Paulo. Com base na Lei de Diretrizes e Bases, ao lado das demais diretrizes nacionais para o aprendizado, as orientações curriculares trazem os conceitos de cada área, os critérios para a seleção de conteúdos e aquilo que a criança precisa aprender ano a ano.

“No projeto curricular, a escola leva em conta sua realidade, os resultados de aproveitamento dos alunos e ajusta o que o aluno sabe ao que precisa aprender”, afirma a diretora de orientação técnica da Secretaria Municipal de Educação, Regina Lico Suzuki. A escola pode escolher um tema como referência para a construção do seu projeto curricular – meio ambiente, por exemplo – que permeará o trabalho de todos os professores. “Para responder questões colocadas pelo tema, o aluno precisa ter acesso a conteúdos relacionados a elas. Cada área de conhecimento tem respostas a essas questões”, explica Suzuki.

Vídeos em parceria com TV Cultura

Os vídeos são desenvolvidos pela Secretaria Municipal de Educação em parceria com a TV Cultura. Todos são acompanhados por uma pauta de orientação e estão sendo utilizados no horário de formação de professores na escola.

Este é mais um recurso que tem como finalidade a implementação das orientações curriculares, garantindo que todos os professores tenham acesso às informações e saibam como efetivamente trabalhar em sala de aula o que está proposto no material desenvolvido pela Secretaria.